10/07/2018 | 13:51

Circo judicial de domingo reaquece Vigília Lula Livre

Sucessão de manobras jurídicas de domingo motivou a militância a renovar a Vigília de Curitiba após evidenciar ainda mais a perseguição a Lula

No 94º dia de resistência democrática em Curitiba, a Vigília Lula Livre segue forte na defesa da liberdade do ex-presidente. Para o frei David dos Santos, que visitou a Vigília no meio da tarde, os fatos de domingo ampliaram a energia para manter a resistência. “Eu tenho a expectativa de que vai ampliar o número de pessoas do Brasil inteiro que vão querer passar alguns dias aqui”, avaliou.

O religioso franciscano ressaltou o poder da Vigília na conscientização das pessoas. “Um dos segredos que está levando o mundo inteiro à reflexão é a persistência do povo nessa Vigília”, observou. “A gente sabe como é cansativo, mas o fato de o povo ir revezando mantém a energia, a vela acesa e a esperança forte”.

Confirmando a expectativa do frei,  de que a perseguição judicial a Lula vai motivar mais pessoas a participarem da Vigília, o casal Marco Aurélio Bignardi e Maria aparecida dos Santos visitaram o local pela primeira vez nessa segunda-feira. Eles são de São Paulo e foram a uma comemoração de bodas de ouro no interior de Santa Catarina. “Na volta tínhamos que passar por aqui e ver a Vigília. Lula está sequestrado e tem que ser solto. Ele não agiu corretamente e atendeu todas as exigências do Judiciário? Agora está lá preso ilegalmente. Temos aqui uma mobilização que vai permanecer no tempo”, contou Bignardi.

A Vigília se renova também com as pessoas que já estiveram nela mais de uma vez. Maria Ziselia Pereira Costa, por exemplo veio pela sexta vez, vinda de Barueri (SP). “Cheguei no sábado e iria embora hoje, mas resolvi ficar toda essa semana, depois do que aconteceu ontem. Não vamos desanimar. Enfrentamos chuva e frio. Só vou sair daqui com o Lula. Essa é a meta”, diz.

Carlos Zardo é bancário em Porto Alegre e todo final de semana vem para a Vigília. Dessa vez decidiu ficar na segunda feira. “Ontem foi muito empolgante. Foi uma prévia do que será quando Lula for solto”, conta. Segundo Zardo, a correria de parte do Judiciário para manter Lula preso mostra que estamos no caminho certo. “É importante para mim sentir que estou apoiando. Não vamos desanimar apesar de toda essa perseguição judicial de domingo. Quero conviver aqui e fazer parte disso”, afirma.

Por Luiz Lomba, de Curitiba para a Agência PT de notícias

Os comentários estão encerrados.